VÍDEOS

Loading...

BANCADA DO PCB NA ASSEMBLÉIA CONSTITUINTE (1946)

l
Nas eleições gerais de 2 de dezembro de 1945, o PCB "concorreu em todos os estados da Federação e, dos 5.919.527 votos, recolheu 511.122. O seu candidato à Presidência da República, Yedo Fiuza, um engenheiro não-comunista, lançado a menos de um mês das eleições, recebeu 10% dos votos válidos. Prestes foi eleito senador pelo Distrito Federal (e deputado por três estados) e o partido conduziu à Câmara dos Deputados 14 representantes - Gregório Bezerra, José Maria Crispim, Maurício Grabois, Claudino José da Silva, Joaquim Batista Neto, Osvaldo Pacheco, Abílio Fernandes, Alcides Sabença, Agostinho Dias de Oliveira, João Amazonas, Carlos Marighela, Milton Caires de Brito, Alcedo Coutinho e Jorge Amado, a que se somaram posteriormente, eleitos sob outra legenda (do Partido Social Progressista, PSP), Pedro Pomar e Diógenes Arruda Câmara". In. SEGATTO, J. (et alii) PCB - Memória Fotográfica 1922-1982. 2ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1982, p. 84.

Nenhum comentário: